Mulheres de Preto | Nós não ficamos sem ele!

As estações do ano passam e o Preto mesmo sendo uma cor que absorve muita luz, o que em dias de sol pode aumentar a nossa sensação de calor, evidentemente para quem precisa se preocupar com looks para o trabalho, continuará a usá-lo faça chuva ou faça sol, pois além de todos seus predicados, o Preto é uma cor neutra implacavelmente versátil, pois me arrisco a dizer que ele combina, com 99% das cores. Este 1% restante, deve ser discutível, pois pode ser questão de gosto!

Muitos podem discordar, mas acho que o Preto não tem estação e não acompanha tendências, porque é básico, ele sempre é moda.

Aproveitando esse clima em que as temperaturas de início de Primavera sobem e despencam sem o menor aviso, acho que o look Total Black pode ser adotado tranquilamente.

Começando por blusas mais cavadas com Saias Lápis. Vejam o look com a blusa peplum (blusa com a cintura marcada com um godê ou volume a partir da cintura, a Dior lançou essa tendência nos anos 40 que ficou conhecida como o New Look Dior, falaremos dela em outra ocasião), com a bolsa azul fluo arrasou!

Vestidos midi com cortes parecidos com anos 60, uma tendência forte das duas últimas estações, cintos marcando a cintura ou um sapato colorido podem fazer a diferença.

Ainda vestidos retos clássicos, ou modelos mais soltos como este Stephen Burrows (Primavera 2013) com um ar grego, podem ser ótima opção.

Macacões são peças confortáveis, versáteis e indiscutivelmente elegantes.

Calças capri ou cropped podem dar mais frescor e sutileza ao look Total Black.

Vale dizer que os desfiles de Primavera/ Verão 2013 do hemisfério norte apresentaram os nossos queridinhos ternos femininos, a exemplo as versões estilo smoking da Lavin e da Ralph Lauren.

Acho que o Total Black pode ser o suprassumo de estilo e charme, e deixam qualquer produção mais requintada. Vamos de Preto?

Bjão

Lou Oliveira

CANDY COLOR | Os tons pastel que vão colorir o nosso verão…

Já que nosso inverno durou duas semanas e quem tirou o sobretudo do armário e usou, bom, quem não usou pode guardar denovo, o jeito é falar sobre as tendências do verão.

 Imagine um pacotinho de marshmallows daqueles que as crianças adoram, bem coloridos e doces… Imaginou?

 Pois, são exatamente essas cores que vão colorir o nosso verão!

O chamado Tom pastel ou Candy Color já vinha aparecendo suavemente por ai, mas agora vem com força total. Ele pode ser nas cores rosa, verde, azul, amarelo, lilás todas muito sutis e delicadas. Perfeitas para o verão…

 O mais marcante desses tons é exatamente a sutileza e delicadeza que eles representam, por isso, as combinações devem ser muito cuidadosas. Vamos ver?

 Nada de sapatos escuros, para combinar com os tons clarinhos os melhores são os Nudes ou até mesmo os candys de cores diferentes do look escolhido…

 As cores mais perfeitas para combinação são Branco e Bege (o bege que a Lou falou no post da semana passada, lembra? 

 

Looks com Branco…

 Mas você também pode escolher tons mais fortes, desde que colorido, usar preto com essas cores é um desperdício e não valorizam a suavidade…

 Os tons pastel podem te acompanhar no escritório perfeitamente…

E são perfeitos para looks românticos e delicados, o que combina muito com sapatilhas…

Para um jantar ou uma festinha eles também estarão presentes…

E se você achar que a roupa está sem graça, muito clarinha e sem personalidade, invista em um super acessório como um cinto ou um maxi colar e pronto… look novo!!

Candy Color e jeans, combinação perfeita!

Mais tons pastel em calças…

Tons pastel na passarela…

Uma dica… Roupas nesses tons podem ser transparentes, por isso, o cuidado com a lingerie é essencial. Escolha tons claros, cor da pele e de preferencia invista em blusinhas por baixo das camisas!

Acho que nem consigo escolher o look mais bonito… amei todos!!! E você?

Bjinhos!

Lêka Confortini

ENTREVISTA DE EMPREGO – E AGORA, O QUE VESTIR?

Se existe um evento que deixa qualquer um ansioso e sem saber por onde começar é a tal da “Entrevista de emprego”. Dúvidas do como se comportar e principalmente o que vestir são alguns dos motivos que fazem mesmo profissionais experientes tremerem na base. Então, vamos conversar um pouco sobre isso…

A Primeira boa impressão

A frase a seguir pode ser clichê, mais ainda é uma das mais verdadeiras “A primeira imagem é a que fica”.

A imagem que projetamos será o nosso primeiro recurso na busca pela vaga. E podem acreditar que o recrutador já começa a seleção no primeiro contato visual com os candidatos.

Esta imagem pode agradar (O que todos queremos!!!), desagradar (O pesadelo que queremos evitar!) ou ainda passar despercebido (O que não podemos deixar acontecer de forma alguma !!!)

Ai é que o Expediente da Moda poderá te ajudar, não passe despercebido e garanta uma imagem adequada para que o recrutador te dê a oportunidade de expor as suas qualidades profissionais. Vamos lá?

  • Maquiagem – Cuidado com a maquiagem muito pesada, ela pode vender uma imagem totalmente diferente da que você gostaria. Se você odeia maquiagem, evite ir com look totalmente lavado, você corre o sério risco de parecer abatida, desanimada, cansada e aí o recrutador pode ficar com preguiça de te entrevistar. Dica: Corretivo nas olheiras, máscara de cílios e um blush levantam o look e animam qualquer rostinho!
  • Hálito – Ás vezes devido ao nervosismo, falta de apetite e tantos outros fatores, podemos ficar com o hálito meio revolto. Dica: Pastilhas, balinhas, chicletinhos ou qualquer item de seu gosto que melhore o hálito vai deixar as pessoas do outro lado da mesa super contentes. Mas atenção… Nem preciso dizer que mascar chiclete durante a entrevista é o óh, né?!
  • Cabelos – Procure ajeitar suas madeixas conforme seu estilo, mas tenha consciência do ambiente em que você está se propondo a trabalhar. Se ele é super formal ou social não vá com o visual “saí do banho agora” ou com presilhas e elásticos que chamem atenção. Os cabelos precisam estar o mais alinhado possível. Em ambientes informais você tem liberdade de mostrar sua personalidade, mas não deixe o seu cabelo aparecer mais do que você!
  • Perfumes – Evite perfumes muito marcantes e fortes (Doces, florais, almiscarados, amadeirados, enfim, qualquer tipo que sobressaia no ambiente). Imagine se o recrutador for alérgico?!?! No máximo um perfume com cheirinho “Sai do banho”. Alias, por falar em banho, nem precisamos falar disso, né?! Ufa!!
  • Unhas – Elas precisam estar feitas, lixadas, pintadas preferencialmente com esmaltes claros, pois, em casos de pessoas que movimentam muito a mão quando falam poder chamar a atenção para o lugar errado. Se a entrevista foi agendada de ultima hora e não deu tempo de visitar a manicure, tire o esmalte descascado e passe uma base. Jamais, jamais, jamais vá para a entrevista de unha descascando!
  • Postura – Para finalizarmos preste atenção no seu jeito de sentar, na altura da voz, lembre-se de que você está sendo avaliado profissionalmente e é essa imagem que precisa ser destacada!

Agora vamos ao assunto que amamos? Roupas!!!

O que vestir? Vamos às dicas!

  • Empresas muito formais como bancos e advocacias exigem trajes de cores neutras e cortes clássicos. Já empresas de cultura mais aberta, que valorizam a diversidade, permitem mais liberdades pra escolher cores e cortes modernos;
  • Se no processo seletivo houver dinâmica em grupo, você pode ter que levantar, sentar, se apresentar e muitas vezes saias e vestidos podem atrapalhar. Caso realmente opte pela saia, prefira uma meia calça escura e comprimento no mínimo três dedos acima do joelho;
  • Evite branco ou cores muito claras, porque qualquer sujeira ou imprevisto pode ser irremediável;
  • Acessórios como brincos, anéis e corrente valorizam o conjunto, mas cuidado com a extravagância e se o brinco ou a pulseira fizer barulho é melhor escolher outras opções”.

Vamos ver alguns looks:

Super formais (Para advocacias, Bancos, Consultorias de investimentos, Auditorias):

Sociais (Consultorias, Seguradoras, Indústrias Multinacionais):

Informais (Agências de Publicidade, Varejo, Comunicação):

 

 

O que dizer? Não esqueça de se preparar!

Agora que você já sabe como arrasar na sua imagem pessoal é hora de se dedicar a sua imagem profissional.

Existem vários sites com várias dicas desde como formatar um currículo até como se comportar na entrevista de emprego é só procurar. O que nós achamos mais completo é o Carreira e Sucesso da Catho Online.

Tenha em mente que o mínimo esperado é que você seja educado, mantenha a calma, fale pausadamente, saiba ouvir, não seja inconveniente.  Por favor, procure se informar sobre a empresa que você se propôs a trabalhar e o mais importante de tudo… Seja você mesmo, personagens só se a vaga for para Oficina de atores da Globo!

 

Bjinhos e Boa Sorte!!! 

Lêka Confortini e Lou Oliveira ( Esse post foi em conjunto!!!!)

Vamos falar sobre moda para trabalhar?

Muita gente adora esse assunto, mas a maioria faz careta só de pensar em responder a “tal” perguntinha todos os dias de manhã… “Com que roupa eu vou?”

Pois bem, nossa missão é te mostrar como responder essa pergunta pode ser divertido.

Temos muito pra conversar, será impossível resumir tudo em um único post, mas para começar é importante esclarecer algumas coisas:

  • Não existe uma única regra quando o assunto é roupa de trabalho. O que funciona para uma advogada certamente não funcionará para uma publicitária, pois, estamos falando de ambientes de trabalho completamente diferentes;
  • Entender seu ambiente de trabalho é essencial para se comportar adequadamente;
  • Analisar como as outras pessoas do seu trabalho se vestem pode ser útil para entender a política de trajes da empresa, mas cuidado, talvez elas também não estejam agradando;
  • Nem tudo que está na moda fica bem pra todo mundo, você precisa prestar atenção no seu corpo e no seu estilo pessoal, senão, por mais chique, cara ou moderna que seja a roupa que estiver vestindo, vai parecer que você está fantasiada;
  • Se você trabalha com moda ou em um ambiente completamente informal, pode ignorar esse item, mas senão, por favor, preste bem atenção:
  1. Esqueça flores no cabelo ou no cinto;
  2. Esqueça decotes profundos, saias muito curtas, blusas transparentes (exceto com outra por baixo, e mesmo assim cuidado!), alça do sutiã aparecendo, roupas muito justas;
  3. Por mais que o mundo corporativo seja uma selva, esqueça looks completos de Oncinha, Zebrinha, Leopardo. Eles são ótimos detalhes, mas se o look for totalmente composto por eles, certamente vão achar que você está na selva errada;
  4. Esqueça os looks totalmente coloridos e com cores fluors. Para usar essas cores, elas sempre deverão ser acompanhadas de um tom neutro predominante (bege, preto, cinza, branco, caqui);
  5. Vulgaridade não combina com nenhum ambiente profissional, seja lá qual for a sua profissão. Eu sei que o estilo Suelen da novela Avenida Brasil está na moda, mas deixa para o seu dia de folga, ok?!

Dito isso, esclarecemos alguns pontinhos básicos e podemos começar a colocar em prática a nossa proposta.

Apenas para começar, seguem exemplos de looks montados com peças básicas, mas que os detalhes fizeram toda a diferença:

O casaqueto clássico perdeu a caretice graças ao vestido plissado:

Graças ao colorido da blusa e ao detalhe do laço, o terninho ficou mais divertido sem perder a formalidade e elegância:

O cinto de oncinha deu graça a saia lápis:

Estampa e transparência sempre poderão ser usadas em looks formais, basta saber utilizar a dose certa:

O cinto com um detalhe marcante deu um ar totalmente moderno ao look camisa branca e calça preta:

E então, inspirada a montar looks mais estilosos para o seu dia-a-dia?

Seja bem vinda ao “Expediente da Moda”!

Bjinho!

Lêka Confortini